Texas pretende processar empresas que aumentaram os preços durante o furacão Harvey

Ken Paxton, procurador-geral do estado do Texas, anunciou recentemente que planeja processar as empresas que estão sendo acusadas de aumentar os preços dos seus produtos devido a crise generalizada causada pela passagem do furacão Harvey pelo Texas no final do mês de agosto.

Nos Estados Unidos, existe uma lei que impede o setor privado de cobrar preços altos por mantimentos básicos como água potável, alimentos, roupas e combustível em períodos de crise decorrentes de catástrofes naturais. O fato de não terem respeitado essa lei pode gerar um prejuízo entre US$ 20 mil e US$ 250 mil para essas empresas.

O procurador afirmou que, até o momento, o seu escritório já recebeu cerca de 3 mil reclamações de consumidores acerca dos aumentos de preços praticados por empresas durante a passagem do furacão Harley. Como o Texas possui leis severas acerca do aumento de preços, ele ressaltou que as investigações irão continuar e que planeja agir com veemência contra as empresas que agiram contra a lei.

Entre as empresas investigadas, estão o hotel Best Western Plus Tropic Inn, localizado na região de Robstown, aproximadamente 30 quilômetros de Corpus Christi, a cidade em que o furacão atingiu pela primeira vez o estado. Na ocasião, o hotel teria supostamente triplicado as suas tarifas durante os dias em que o furacão Harvey passou pela localidade.

Além do hotel, duas empresas responsáveis por postos de gasolina estão sob investigação, incluindo a Bains Brothers, que administra dois postos de gasolina Texaco na região de Dallas-Fort Worth, a qual teria cobrado cerca de US$ 7 pelo galão de gasolina normal ao tempo em que ofertava a gasolina por menos de US$ 4 nos letreiros do local.

De acordo com Ken Paxton, é inconcebível constatar que existem empresas se aproveitando da população mais vulnerável do Texas, que são aqueles que precisam abandonar suas casas em busca de refúgio e necessidades básicas durante a passagem de um furacão desse porte pelo estado.

A passagem do furacão Harvey pelo Texas resultou em mais de 60 óbitos, além de dezenas de milhares de pessoas que tiveram que deixar os seus lares em zonas de risco. Após dias de muita chuva,  o furacão causou inundações em várias localidades,  incluindo Houston, a quarta maior cidade dos Estados Unidos.